JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

«

»

Jan 07 2016

Imprimir Artigo

2016 – A Mudança de Paradigma – Mensagem de Ano Novo

Antes de mais, fazemos votos para que o ano de 2016 que agora começa, se revista pleno de sucessos pessoais e profissionais para todos vós!
Dado que todos os dias, podem e devem ser dias de inclusão, iniciamos 2016, com um convite à reflexão acerca de algumas “estatísticas rápidas” relativas à população com deficiência em Portugal:

estatísticas sobre deficiência em Portugal

Fonte: Documentação diversa

As estatísticas rápidas expressas na imagem acima mostram que é extremamente necessária uma grande mudança do paradigma relativo à deficiência, mudança essa que apresar de “tocar” todos os eixos de uma plena e real inclusão (entenda-se: sociedade civil, empresas e pessoas com deficiência), deverá começar pelas próprias pessoas com deficiência.

Como podemos ambicionar um maior nível de plena e real integração das pessoas com deficiência, com tão baixos níveis de formação e qualificação?
Cerca de 77,5% não possui mais do que o primeiro ciclo do ensino básico e apenas 2% frequentarem o ensino superior.
Sendo certo que cada caso é um caso, é também mais ou menos certo que em Portugal existem 1.045.000 pessoas e que 80% destas pode estar integrada no mercado de trabalho, com maior ou menor grau de produtividade.

Importa também lembrar que uma correta adaptação de uma correta adaptação do posto de trabalho é fundamental, para que se atinja um nível de produtividade otimizado.

Na marca “Pedro Dias – Uma Vida, Um Projecto!” não somos “donos da verdade absoluta” mas e tal como diz a nossa declaração de missão, nós existimos para: “Colaborar na criação de oportunidades em toda a sociedade civil e nas empresas para que ambas entendam a diferença como uma situação comum. Deste modo enquanto se mudam mentalidades, procura-se também criar ferramentas inclusivas, que promovam a real e plena integração da pessoa com deficiência ou incapacidade permanente, demonstrando-lhes paralelamente que esta responsabilidade também está nas suas mãos.”.

Pretendemos levar a informação a quem dela necessita, de forma diferenciada , para cumprir este grande objetivo.
Somos acima de tudo um agente colaborativo de mudança, que acredita que as pessoas com deficiência devem estar no centro do seu próprio processo de inclusão, tendo por seu lado, a sociedade civil e as empresas, um papel colaborativo muito importante.

O “ponto central” deve, em nossa opinião ser, colaborar no processo de mudança de mentalidades, demonstrando às pessoas com deficiência ou incapacidade permanente e fazendo que estas o demonstrem a toda a sociedade civil, que o sucesso da sua real e plena integração social está em parte, nas suas mãos e depende em grande medida da sua postura perante a vida. Só assim poderemos alterar para melhor, este cenário.
Por muito que a sociedade civil e as empresas queiram fazer, só é possível incluir e apoiar, quem assim o desejar.
Por seu lado, as empresas e organizações têm muito a “ganhar”, se aceitarem o desafio de acrescentarem um elevado grau de inclusão, nos seus produtos e serviços!

O que acha o meu caro(a) amigo(a)?

O que faria, para alterar este cenário ?

Juntos podemos caminhar para um mundo melhor!

P’la marca “Pedro Dias – Uma Vida, Um Projecto!”
Pedro de Campos Vieira Dias
07 de Janeiro de 2016

Conteúdo Relacionado

Print Friendly, PDF & Email
Partilhe nas Suas Redes Sociais Favoritas:

Link permanente para este artigo: http://www.pedrocvdias.pt/2016-a-mudanca-de-paradigma-mensagem-de-ano-novo/