JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

«

»

Fev 06 2017

Imprimir Artigo

Azeitão Inclusivo nº 10 – MARTA DUARTE, UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO

Azeitao_Inclusivo Logo

Divulgamos aqui o número 10 da rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO” , publicado na edição impressa do Jornal de Azeitão de Fevereiro  de 2017, com o título “MARTA DUARTE, UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO” agradecendo à nossa convidada, MARTA INÊS DUARTE, o “tempo inclusivo” que nos dispensou….vamos então conhecer a MARTA DUARTE, UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO?”  Aqui fica a entrevista, na íntegra:

“MARTA DUARTE, UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO

 

A imagem Ilustra a publicação, do número 10 da rubrica "Azeitão Inclusivo", na edição de Fevereiro do Jornal de Azeitão - MARTA DUARTE, UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO

A imagem Ilustra a publicação, do número 10 da rubrica “Azeitão Inclusivo”, na edição de Fevereiro do Jornal de Azeitão – MARTA DUARTE, UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO

É com enorme prazer que o Jornal de Azeitão, partilha com todos os seus leitores o nº10 da rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO”. Nesta edição, temos como convidada Marta Inês Espinho Duarte, uma jovem de 22 anos que vive em Almada. Marta, atualmente está a terminar o Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) de Serviço Social e Desenvolvimento Comunitário, no Instituto Jean Piaget de Almada. Marta é uma jovem portadora de paralisia cerebral – parte motora – que acredita que tem o seu lugar no mundo.

Ao longo de toda esta conversa, Marta revela-se “UMA JOVEM COM A INCLUSÃO NA VIDA E NO CORAÇÃO”, que é tão bonita por fora como por dentro, deixando sempre transparecer uma postura digna, ativa, inclusiva e alegre. Em termos futuros, Marta vê o seu caminho profissional sempre ligado à área da inclusão de pessoas com deficiência.

Quando questionada sobre o seu processo de aceitação e do processo vivido pela sua família, Marta refere: Sou uma privilegiada, tenho uma família que me aceita muito bem, embora haja entre os vários elementos do núcleo familiar, diferentes perspetivas em relação a mim (…) tenho dois sobrinhos, um deles com 4 anos e acho que pelo facto vivenciar a minha vida, ele tem uma sensibilidade e uma capacidade de entreajuda que nem todas as crianças

Na imagem podemos ver a nossa convidada, Marta Duarte, uma jovem com óculos, cabelo preto e um sorriso bonito.

Na imagem podemos ver a nossa convidada, Marta Duarte, uma jovem com óculos, cabelo preto e um sorriso bonito.

têm”.

 

Ao longo dos números anteriores desta rubrica, temos vindo a defender que as pessoas com deficiência, além de direitos têm também deveres. Marta entende que:” o meu dever é ser uma cidadã ativa e o meu principal direito é ser respeitada, tal como eu respeito todas as outras pessoas”

Para o seu futuro, Marta tem como objetivos, entre outros, casar, ter filhos e tirar a carta de condução, tal como nos diz” a minha história de vida molda a pessoa em que me tornei, sou uma pessoa muito emotiva, por vezes, que gosta de dar e de receber”.

Olhando a inclusão, sob o ponto de vista da sociedade em geral, Marta considera que:” a população em geral associa a palavra inclusão a pessoas que são vistas como não sendo capazes, (…) as pessoas não

falam dos sucessos, das capacidades e do dia-a-dia, associados à deficiência…e não falam… de sexo, é este o maior tabu associado à inclusão das pessoas com deficiência…. todos estes preconceitos são errados”

Para terminar esta “conversa inclusiva”, questionámos Marta sobre “o que diz o teu coração e como gostarias de deixar a tua marca no mundo, ou seja ser lembrada?” Marta disse: “ O meu coração diz-me sempre para seguir todos os meus instintos (…) é curioso que, quanto a ser lembrada, respondi a essa pergunta recentemente, tendo referido, que gostaria de ser lembrada como uma pessoa que, caracteristicamente encara a vida com um grande sorriso e como uma pessoa persistente e lutadora”.

A inclusão plena e real da pessoa com deficiência na sociedade, está ainda longe…mas já esteve muito mais longe…A postura serena, alegre e dinâmica da Marta, vai ajudar a criar um mundo mais inclusivo. PARABÉNS MARTA!!! Juntos somos mais, pela inclusão da pessoa com deficiência.

Pedro Dias

azeitaoinclusivo( @ sign)pedrocvdias.pt  “

Marca “Pedro Dias – Uma Vida,Um Projecto!”

06 de Feveiro de 2017

Conheça, em pormenor, todos os números, já publicados, na rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO” .

Conteúdo Relacionado

 

Print Friendly, PDF & Email
Partilhe nas Suas Redes Sociais Favoritas:

Link permanente para este artigo: http://www.pedrocvdias.pt/azeitao-inclusivo-nr10/