JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

«

»

Mar 19 2017

Imprimir Artigo

Azeitão Inclusivo nº 11 – SEBASTIÃO DA GAMA, UM POETA E UM HOMEM, COM A INCLUSÃO NO CORAÇÃO

Azeitao_Inclusivo Logo

Divulgamos aqui o número 11 da rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO” , publicado na edição impressa do Jornal de Azeitão de Março de 2017, com o título “SEBASTIÃO DA GAMA, UM POETA E UM HOMEM, COM A INCLUSÃO NO CORAÇÃO” agradecendo à nossa convidada Alexandrina Pereira, presidente da direção da Associação Cultural Sebastião da Gama , o “tempo inclusivo” que nos dispensou….vamos então conhecer “SEBASTIÃO DA GAMA, UM POETA E UM HOMEM, COM A INCLUSÃO NO CORAÇÃO”? Aqui fica a entrevista, na íntegra:

 

“SEBASTIÃO DA GAMA, UM POETA E UM HOMEM, COM A INCLUSÃO NO CORAÇÃO

A imagem Ilustra a publicação, do número 11 da rubrica "Azeitão Inclusivo", na edição de Março de 2017 do Jornal de Azeitão - SEBASTIÃO DA GAMA, UM POETA E UM HOMEM, COM A INCLUSÃO NO CORAÇÃO

A imagem Ilustra a publicação, do número 11 da rubrica “Azeitão Inclusivo”, na edição de Março de 2017 do Jornal de Azeitão – SEBASTIÃO DA GAMA, UM POETA E UM HOMEM, COM A INCLUSÃO NO CORAÇÃO

Com o objetivo de continuar a colocar a INCLUSÃO, no pensamento e na agenda dos nossos leitores, partilhamos com todos vós, o número 11 da rubrica “Azeitão Inclusivo”. Nesta edição, temos como convidada Alexandrina Pereira de 69 de idade, Presidente da Direção da Associação Cultural Sebastião da Gama, que homenageia este poeta, professor e azeitonense ilustre e que se encontra sediada em Azeitão.

Na imagem podemos ver a nossa convidada, Alexandrina Pereira, uma mulher loira, vestindo uma blusa com cores variadas e usando óculos.

Na imagem podemos ver a nossa convidada, Alexandrina Pereira, uma mulher loira, vestindo uma blusa com cores variadas e usando óculos.

 

É certo que muito evoluíram as mentalidades e as visões sobre a inclusão da pessoa com deficiência na sociedade desde o tempo em que o poeta viveu. Quando convidada a refletir sobre a temática da inclusão, pelos olhos de Sebastião da Gama, Alexandrina refere:“ era um homem que certamente estaria aqui sentado ao seu lado, como eu estou, a defender a inclusão de TODOS na sociedade, especialmente daqueles que mais necessitam de ser incluídos (…), ele era um homem que viveu sempre de braços abertos para todas as diferenças (…) com aquela bondade que é tão patente em todos os poemas que escreveu (…). Quem lê a obra do poeta, vê um grande sentimento de inclusão e de igualdade”. Alexandrina cita o poeta e refere: ”pelo sonho é que vamos…”

Todos os seres humanos, enquanto cidadãos têm direitos e deveres, neste contexto, mais uma vez sob a aura do poeta, Alexandrina refere: “Nos seus 27 anos de vida, ele que teve uma curta vida para a sua alma tão grande, teve como principal dever, deixar a todos uma esperança num mundo melhor (…), ele adocicou tudo aquilo em que tocou. Basta ler o seu diário, para entender claramente isso”. Alexandrina, citando de novo o poeta, reforça e refere uma das suas frases mais emblemáticas: “meu caminho é por mim fora”, pois, ontem como hoje, todos devem ter responsabilidade pelas suas escolhas.

Alexandrina revela-se uma mulher com espirito aberto a novos desafios e entendendo o espírito nobre, apaixonado e inclusivo do poeta, aceitou o desafio

que lhe foi lançado, o de tornar, num futuro próximo, a obra de Sebastião da Gama acessível a pessoas com deficiência e / ou incapacidade permanente, cumprindo desta forma um dos desígnios maiores do poeta, o da igualdade entre todos.

Não temos dúvidas de que, a transformação deste desafio em realidade, ajudará a quebrar barreiras culturais e educacionais, junto de quem mais precisa e reforçará a vontade maior que Sebastião da Gama teve ao longo de toda a sua vida e pela qual pautou a grande maioria das suas ações e toda a sua obra… deixando de forma plena e real a todos, a esperança num mundo melhor.

Alexandrina, é casada e mãe de dois filhos que, educou com um grande espírito inclusivo, ensinando-os a respeitar e a olhar a deficiência como uma situação comum, apoiando com vontade e amizade reais, sem um olhar de diminuição, quem mais precisa… sempre com um enorme sorriso pacificador nos lábios. Tal nos diz Alexandrina: “O Pedro e a Ana (os seus filhos) sabem olhar para as diferenças, sempre com amor, com respeito (…) a nossa maior obra está quase terminada”.”

Pedro Dias

azeitaoinclusivo( @ sign)pedrocvdias.pt  “

Juntos somos mais, pela inclusão da pessoa com deficiência!!!

Conheça, em pormenor, todos os números, já publicados, na rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO” .

Marca “Pedro Dias – Uma Vida,Um Projecto!”

19 de Março de 2017

Conteúdo Relacionado

 

Print Friendly, PDF & Email
Partilhe nas Suas Redes Sociais Favoritas:

Link permanente para este artigo: http://www.pedrocvdias.pt/azeitao-inclusivo11/