«

»

Out 11 2016

Imprimir Artigo

Azeitão Inclusivo nº 6 – UMA GESTÃO PROFISSIONAL PELA INCLUSÃO DE TODOS NÓS

Azeitao_Inclusivo LogoDivulgamos aqui o número 6 da rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO” , publicado na edição impressa do Jornal de Azeitão de Outubro de 2016, com o título” UMA GESTÃO PROFISSIONAL PELA INCLUSÃO DE TODOS NÓS” agradecendo ao nosso convidado, Paulo Braz, presidente da direção da Associação Nós – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, IPSS -, o “tempo inclusivo” que nos dispensou….vamos então conhecer “UMA GESTÃO PROFISSIONAL PELA INCLUSÃO DE TODOS NÓS”? Aqui fica a entrevista, na íntegra:

 

“UMA GESTÃO PROFISSIONAL PELA INCLUSÃO DE TODOS NÓS

A Imagem ilustra a publicação do nº6 da rubrica "Azeitão Inclusivo", na edição impressa do Jornal de Azeitão de Outubro de 2016, com o título "UMA GESTÃO PROFISSIONAL PELA INCLUSÃO DE TODOS NÓS"

A Imagem ilustra a publicação do nº6 da rubrica “Azeitão Inclusivo”, na edição impressa do Jornal de Azeitão de Outubro de 2016, com o título “UMA GESTÃO PROFISSIONAL PELA INCLUSÃO DE TODOS NÓS”

O jornal de Azeitão tem o prazer de dar a conhecer a todos os seus leitores, o número 6 da rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO”. Temos o prazer de receber Paulo Braz de 46 anos, licenciado em Economia, pelo Instituto Superior de Economia e Gestão. Paulo, no seu dia-a-dia é gerente bancário, atividade profissional que acumula com a presidência da direção da Associação NÓS – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, IPSS (NÓS). Cargo que exerce, a título voluntário.

Ao longo de toda a conversa, Paulo revela-se um homem, com absoluta consciência inclusiva e com uma “paixão serena” pelo trabalho que desenvolve na NÓS, associação com a qual colabora desde há alguns anos a esta parte, de diferentes formas. Paulo é pai de um jovem com deficiência.

A missão da NÓS é, tal como se pode ler, no seu site : “promover a inclusão social de pessoas com deficiência ou envolvidas em outra situação de desvantagem social”. A NÓS procura cumprir a sua missão desde 1982 e para isso, disponibiliza uma ampla gama de serviços inclusivos, a todos os seus utentes e suas famílias, mas também, à comunidade envolvente. Conheça, com pormenor, toda a atividade desenvolvida pela NÓS, em: http://www.nos.org.pt/ e se entender por bem, faça o “gesto inclusivo” de ligar o 760 300 444, deixando de forma simples, o seu donativo.

Na imagem podemos ver o nosso convidado Paulo Braz, um homem moreno, vestindo camisa azul, casaco cinzento e gravata azul escura.

Na imagem podemos ver o nosso convidado Paulo Braz, um homem moreno, vestindo camisa azul, casaco cinzento e gravata azul escura.

Quando questionado sobre as origens da NÓS, Paulo refere: “ A NÓS foi constituída há 34 anos, nasceu da necessidade sentida por alguns pais e com o apoio de Técnicos de criar uma resposta adequada, para o atendimento de crianças e jovens com deficiência profunda dos concelhos do Barreiro e Moita”. Ao longo dos anos, a NÓS tem vindo a crescer, assumindo um papel cada vez mais relevante, em vários âmbitos, o de empregador, o de agente económico local e o de parceiro ativo, que trabalha em articulação com o meio envolvente.

Este crescimento sustentado só é possível com “ uma gestão profissional, pela inclusão de todos nós” pois, atualmente os desafios que se colocam a organizações como esta, são enormes. Tal como afirma Paulo: “Estamos sempre abertos a novos desafios, que nos permitam aumentar as respostas dadas a todos os nossos utentes e que, por outro lado, ajudem a colmatar algumas das respostas sociais tradicionais, que por maioria de razão são deficitárias, a nível económico”.

A nossa sabedoria popular é muito rica e um dos seus ditados populares com maior aplicabilidade prática, é o que nos diz: “em casa de ferreiro, espeto de pau”, na NÓS, este ditado popular não se aplica, já que a sua missão é a de INTEGRAR, tem também nos seus quadros trabalhadores com deficiência, tal como afirma Paulo: “ temos alguns trabalhadores com deficiência nomeadamente, na área de apoio à Informática e na Terapia da Fala (…) sempre que é possível, fazemos essa integração”.

Nenhuma família está preparada para “receber a deficiência” e algumas relações chegam mesmo a terminar. Tal como afirma Paulo: “ é uma situação que testa a relação e o sentimento existente entre o casal mas, é uma situação que nunca pode ser utilizada como desculpa para terminar uma relação”.

Pedro Dias

azeitaoinclusivo( @ sign)pedrocvdias.pt  “

Juntos somos mais, pela inclusão da pessoa com deficiência!!!

Conheça, em pormenor, todos os números, já publicados, na rubrica “AZEITÃO INCLUSIVO” .

Marca “Pedro Dias – Uma Vida,Um Projecto!”

11 de Outubro de 2016

Conteúdo Relacionado

Print Friendly, PDF & Email
Partilhe nas Suas Redes Sociais Favoritas:

Link permanente para este artigo: http://www.pedrocvdias.pt/azeitao_inclusivo_6/